Como consultar o Saque do FGTS

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, mais conhecido como FGTS, é um dos benefícios mais significativos garantidos aos trabalhadores brasileiros.

Com o objetivo de proteger o trabalhador demitido sem justa causa, o FGTS funciona como uma reserva financeira que pode ser sacada em situações específicas.

Entretanto, muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre como consultar o saldo e o saque do FGTS. Se você é uma delas, este artigo é para você.

FGTS: Uma Visão Geral

Antes de mergulhar na consulta ao saque do FGTS, é importante entender o que é e como funciona o FGTS. Criado em 1966, o FGTS é constituído por depósitos mensais realizados pelos empregadores em favor de seus empregados. O valor depositado corresponde a 8% do salário do trabalhador e não é descontado do salário.

Como Consultar o Saque do FGTS: Passo a Passo

Via Internet
A maneira mais fácil e rápida de consultar o saldo do FGTS é pela internet. A Caixa Econômica Federal, gestora do FGTS, oferece um serviço online onde você pode consultar o saldo do seu FGTS. Para isso, é necessário criar uma senha de acesso. Veja como:

Acesse o site da Caixa e vá para a página do FGTS (www.caixa.gov.br/fgts).

Clique em “Consultar Extrato do FGTS”.

Informe o número do seu NIS (Número de Identificação Social) ou o CPF.

Crie uma senha, seguindo as orientações de segurança do site.

Leia o contrato de prestação de serviços ao cidadão e clique em “Aceito”.

Preencha o cadastro com suas informações pessoais.

Acesse o extrato do FGTS.

Via Aplicativo FGTS
A Caixa também disponibiliza um aplicativo exclusivo para o FGTS, disponível para Android e iOS. Através do aplicativo, é possível consultar o saldo, acompanhar os depósitos realizados e verificar as modalidades de saque disponíveis. Para utilizá-lo, siga os passos:

Baixe o aplicativo FGTS na loja de aplicativos do seu celular.

Abra o aplicativo e clique em “Entrar no aplicativo”.

Informe o número do seu NIS (Número de Identificação Social) ou o CPF.

Clique em “Cadastrar/Esqueci a senha”.

Crie uma senha, seguindo as orientações de segurança do aplicativo.

Leia o contrato de prestação de serviços ao cidadão e clique em “Concordo”.

Preencha o cadastro com suas informações pessoais.

Acesse o extrato do FGTS.

Via SMS
Outra opção é receber informações sobre o FGTS por SMS. Ao aderir ao serviço, você receberá mensagens informando sobre o valor e a data dos depósitos realizados na sua conta FGTS, saldo atualizado com juros e atualizações monetárias, além de todas as movimentações realizadas na conta.

Para se cadastrar, siga estes passos:

Acesse o site da Caixa e vá para a página do FGTS (www.caixa.gov.br/fgts).

Clique em “Cadastre-se para receber SMS”.

Informe o número do seu NIS (Número de Identificação Social) ou o CPF.

Crie uma senha, seguindo as orientações de segurança do site.

Leia o contrato de prestação de serviços ao cidadão e clique em “Aceito”.

Preencha o cadastro com suas informações pessoais.

Acesse o extrato do FGTS.

Conclusão

Consultar o saque do FGTS é um processo simples e rápido que pode ser feito de várias maneiras. Seja pela internet, pelo aplicativo ou via SMS, a Caixa oferece opções que se adequam às necessidades e preferências de todos. Entender como consultar o FGTS é fundamental para garantir que você tenha acesso ao benefício quando precisar.

Esperamos que este guia passo a passo tenha esclarecido suas dúvidas sobre como consultar o saque do FGTS. Lembre-se: o FGTS é um direito seu enquanto trabalhador. Portanto, mantenha-se informado e garanta que seus direitos estejam sendo respeitados.

Enem 2023: Inscrições e informações importantes

Enem 2023: Inscrições e informações importantes, pois o candidato deverá ficar atento aos detalhes referentes ao Exame Nacional do Ensino Médio, que garante acesso ao ensino superior brasileiro e português.

Enem 2023: Inscrições e informações importantes

Inscrições Enem 2023

No dia 05 de junho serão iniciadas as inscrições para o exame nacional, que envolve milhares de jovens. Elas serão encerradas no dia 16 de junho de 2023, cuja taxa é de R$ 85,00. O pagamento deverá ser efetuado até 19 de junho.

Isenção da Inscrição Enem 2023

Os alunos matriculados no terceiro ano do ensino médio, das escolas públicas continuarão recebendo o benefício automaticamente.

Além destes, estudantes que se enquadram Lei nº 12.799/2013; que determina isenção em processos seletivos de instituições federais, também poderão requerer o benefício. O período para solicitar isenção do Enem 2023 já se encerrou.

Ausências de quem for isento da taxa – Quem faltar em 2023, terá que pagar em 2024, salvo se apresentar atestado médico ou uma outra comprovação que justifique sua ausência.

Candidatos Treineiros Enem 2023

Os candidatos treineiros poderão fazer a inscrição e a prova, desde que informe sua condição no momento da inscrição para o exame nacional. Veja quem é considerado Treineiro pelo Inep.

Certificação do Ensino Médio

O Enem não certificará mais o Ensino Médio. A certificação será pelo Encceja.

Provas Enem 2023

A aplicação do Enem de 2023 será nos dias 5 e 12 de novembro, conforme edital de regulamentação normativa publicada no Diário Oficial da União pelo Inep.

Atendimento Especializado Enem edição 2023

Os candidatos que necessitarem de atendimento especializado deverão requerê-lo no momento da inscrição para o Exame Nacional.

Cartão de Confirmação da Inscrição Enem 2023

O Cartão de Confirmação da Inscrição contém: número de inscrição; data; hora; local de realização das provas; indicação do(s) atendimento(s) (se for o caso) e opção de língua estrangeira.

O Cartão de Confirmação da Inscrição estará disponível na Página do Participante, após divulgação pelo Inep. É recomendado a todos os Participante que tenham em mãos o documento em mãos nos dois dias de aplicação do Exame.

O MEC não enviará o documento ao Participante, que deverá acessá-lo e imprimi-lo em momento oportuno, que será disponibilizado pelo MEC.

Declaração de comparecimento ao Enem 2023

Os candidatos que precisarem da declaração de comparecimento para o trabalho não mais poderão obter o documento no local da prova.

O interessado deverá imprimir a solicitação antes, pela página do Inep na internet, e levá-la preenchida para a assinatura do coordenador da prova.

Resultado Enem 2023

O Enem 2023 será divulgado em 16 de janeiro de 2024 e continuará oferecendo resultados por área de conhecimento, individual de cada participante; e para seleção de candidatos referentes ao programas governamentais que são Sistema de Seleção Unificada (Sisu), Financiamento Estudantil (Fies) e Universidade para Todos (ProUni), entre outros.

Enem 2023: Melhor respeitar os direitos humanos na Redação

Enem 2023: Melhor respeitar os direitos humanos na Redação do Exame Nacional, é a recomendação dos professores de pré-vestibulares

Ainda conforme o ministro “Não quero por dúvida na cabeça do jovem, das pessoas que estão inscritas no exame”; explicou Mendonça Filho em entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira, 1º de novembro. A quatro dias do exame, quase um terço dos candidatos ainda não viu o local de provas.

“A questão dos direitos humanos acho que é básica e fundamental, até porque a gente está falando de educação”, explicou ele. “E ao mesmo tempo a gente vai ter que cumprir a decisão judicial. (…) A gente está diante de um quadro que, se mantiver a decisão judicial; [o candidato] pode ter um componente com nota zero, ou toda a prova. Então, como cautela, eu diria que é melhor se submeter ao exame” e seguir a orientação original “de respeitar os direitos humanos”, disse Mendonça Filho.

O ministro esclareceu ainda aos candidatos que, mesmo se a decisão da Justiça for mantida; outra regra do Enem que exige o respeito aos direitos humanos não foi alterada. “A discussão é se zera a redação como um todo, ou se zera a competência 5, dependendo da decisão judicial.”

Inep ainda não foi notificado pela Justiça

Ele afirmou ainda que o MEC e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) ainda não foram notificados em relação à decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1); que na semana passada suspendeu o trecho do edital do Enem que determinava a anulação da prova que incluísse trechos com desrespeito aos direitos humanos em qualquer parte da redação.

O referido julgamento da quinta turma do TRF-1 ocorreu no dia 25 de outubro; mas, até a manhã desta quarta-feira, 1º de novembro; o acórdão da decisão ainda não havia sido publicado. Enquanto o Inep não for notificado, ele não poderá recorrer da decisão.

Conforme Emmanuel Felipe Borges, consultor jurídico do MEC “É uma situação muito constrangedora saber de uma decisão e não poder recorrer”. “A situação é tão pitoresca que hoje o MEC e o Inep não estão obrigados a cumprir decisão judicial nenhuma, porque não recebemos a notificação.” Ele ressaltou, porém, que a decisão será respeitada independentemente disso.
Tal decisão garante que o candidato que desrespeitar os direitos humanos na redação não terá a prova anulada automaticamente, ou seja; ele terá sua prova corrigida pela banca avaliadores (mesmo que sua nota não seja alta, já que em pelo menos uma das cinco competências ele terá a pontuação zerada).

Decisão atual poderá cair

O consultor jurídico explicou, porém, que essa decisão não é definitiva e pode não valer até a divulgação das notas. “A decisão é liminar, ela é precária, não existe trânsito em julgado”, disse ele; explicando que, por isso, é possível tanto que ela seja derrubada quanto que ela seja mantida.

Borges disse ainda que os estudantes que, por ventura, desrespeitarem os direitos humanos na redação; confiantes de que a decisão liminar atualmente vigente vai se manter depois que o processo judicial chegar ao fim, terá os seus direitos respeitados pelo Inep.
Se o contrário ocorrer, ou seja, se no dia da redação a decisão liminar não estiver vigente; mas depois do trânsito em julgado ela voltar a valer de forma permanente; o estudante que teria tido a prova anulada vai poder ter sua prova corrigida.

Borges deu aos candidatos a mesma recomendação que o ministro Mendonça Filho: “Ele [candidato] não pode apostar todas a fichas de que essa decisão vai valer ou não vai valer. (…) Temos bastante confiança de que a gente vai reverter essa decisão.”

Liberdade de expressão

“Aqui a gente jamais vai defender uma tese que desrespeite a liberdade de expressão, essa é uma conquista de democracia que deve ser respeitada”, explicou o ministro; que garantiu que nenhuma linha de pensamento expressa pelos candidatos será prejudicada pelos corretores, independente da vertente. “Aquilo que as pessoas entendem como pensamento de cunho ideológico não será levado de modo depreciativo pelo Inep. Se por ventura alguém que tenha linha de pensamento de uma lado ou de outro, será respeitado.”
Ele explicou ainda, que defesas de ideias que implicam na discriminação ou que são contrárias aos direitos humanos não serão aceitas. “Não dá para aceitar teses que defendem o Holocausto, o Apartheid, ou discriminação de raça, cor ou religião. Tem como conviver de forma harmônica com a liberdade de expressão de um lado, e de outro, o respeito dos direitos humanos.”

“Cada um é livre para pensar, para escrever, evidentemente que a liberdade para escrever não vai ser um libelo para teorias que preguem o terrorismo, a eliminação de uma raça ou uma doutrina religiosa. Isso é uma determinação que tem que ser respeitada também.” – Mendonça Filho

Mendonça Filho disse ainda que “o MEC respeita a decisão da Justiça; e ao mesmo tempo recomendamos que o candidato leve em consideração o respeito dos direitos humanos”.

7 Estratégias Para VENDER Como AFILIADO Usando BLOG

Hoje eu vou falar como vender sendo afiliado usando um blog. Não sei se você sabe, mas existem muitas formas de vender como afiliado, fazendo anúncios, ter um blog, fazendo vídeos… Existem muitas formas para você começar.

Uma das mais simples é você fazer anúncios. Você vai na plataforma de anúncios como o Facebook ADS, por exemplo, coloca um dinheiro, recebe pessoas no seu link de afiliado. E faz a venda, muito tranquilo.

Porém esta estratégia a longo prazo não é muito sustentável. E quanto mais pessoas vão entrando nestas plataformas, o preço dos anúncios vão ficando cada vez mais caros… Quase não valendo a pena você anunciar.

O segundo porém é que as plataformas de anúncios estão cada vez mais exigentes quanto ao tipo de anúncio que é feito. Por exemplo produtos digitais de dinheiro, relacionamento e emagrecimento são complicados para divulgar em plataformas como o Facebook ADS e Google Adwords.

Uma outra maneira de vender como afiliado é utilizando Marketing de Conteúdo. E consiste basicamente em criar textos, vídeos, áudios e colocar na internet.

As pessoas vão chegar ao conteúdo e através de estratégias aplicadas comprarão o seu produto ou o que você está promovendo.

Ter um Blog está diretamente ligado a esta estratégia de marketing de conteúdo. E além disso, para trabalhar com anúncios diariamente você tem que colocar dinheiro.

Já com o marketing de conteúdo você cria uma peça de conteúdo e ela funciona por anos, seja um texto, vídeo, áudio, etc. Além disso criando mais e mais conteúdo ele vai “empilhando-se” nos resultados.

Se hoje você cria um artigo de Blog que te faz, por exemplo, uma venda por semana, daqui a 5 meses, quando você tiver uns 50 artigos de blog, as vendas tendem a aumentar!

Eu comecei com um Blog e para cada projeto novo, eu crio um Blog.

Clique aqui para saber como criar um blog.

Tem Blogs que eu comecei a 5 anos atrás, pelo menos, já faz mais de 6 meses que eu não mexo e recebo vendas semana a semana por causa dos conteúdos que estão lá, sem eu mexer.

Confira dicas de como vender como afiliado usando um blog

Vamos Ver Agora As 7 Estratégias Para Você Vender Como Afiliado Usando Um Blog

Estratégia 1 – Conteúdo Mais Chamada para a Ação

O seu Blog é sobre um assunto específico e se não é, deveria ser, por exemplo, ganho de massa muscular, emagrecimento e outros.

O conteúdo que você envia para o Blog é direcionado ao público que deseja aprender sobre o assunto.

Digamos que o seu Blog seja sobre Ganho de Massa Muscular, então digamos que você vá fazer um conteúdo assim, por exemplo, “5 Técnicas Para Ganhar Massa Muscular O Mais Rápido Possível”.

Você pode oferecer 4 Técnicas e na última você pode colocar assim, “siga o método”. No ultimo parágrafo você recomenda um produto que você é afiliado.

Você pode fazer isso em todos os conteúdos que você criar, entrega o conteúdo e no final chama para a ação, para o produto que você promove.

Além disso para melhorar um pouco a performance dos artigos, você pode usar um conceito chamado de Frases Prêmios.

Seria algo como o mesmo exemplo do artigo 5 técnicas para criar massa muscular… Uma das técnicas poderia ser, suplementação adequada.

Você fala um pouco sobre o assunto e informa algo como, “Eu não tenho tempo para explicar tudo no artigo, mas se você quiser saber mais sobre este assunto o Fulano explica tudo no treinamento xyz.”

Você só cita o treinamento, não precisa fazer uma chamada para a ação, ela fica para o final, mas neste início você prepara o usuário, informando que existe algo para ele comprar.

Estratégia 2 – Sua História De Sucesso

Uma das partes que o pessoal esquece é que as pessoas acessam Blogs também porque querem saber mais sobre quem está ali escrevendo.

Uma das coisas que você pode fazer para aproveitar isso é criar um artigo contando a sua história de sucesso com o produto, veja o exemplo abaixo.

Digamos que seja um produto sobre receitas para ganhar massa muscular, eu poderia fazer um artigo assim, “Como Eu Ganhei 7 Quilos De Massa Muscular em 18 Dias. “

Depois eu conto como eu fiz, as receitas que eu usei, quais foram os horários, quais foram os alimentos, conto a minha história, sem vendas, deixando claro que eu me baseei no conteúdo do produto “xxx”.

É contar uma história mesmo, não é vender, mas deixar claro que você se baseou para atingir aquilo que está contando na história com o produto “x”.

E porque que isso Funciona?

Em primeiro lugar histórias prendem e chamam atenção, então quando as pessoas verem como você realmente fez e como realmente teve resultado, vão prender a atenção naquele conteúdo.

Isso é muito bom, principalmente porque um problema que temos hoje é você criar ótimos conteúdos e ninguém ler, as pessoas não tem tempo, elas dão uma olhada rápida e já vão para outro lugar.

Histórias tem o poder de mudar isso, de prender a atenção.

Estratégia 3 – Histórias Dos Experts

Selecione 4 produtores do Nicho do seu Blog, por exemplo emagrecimento, e você pode criar algo mais ou menos assim, “8 Dicas dos 4 maiores Experts De Emagrecimento Do Brasil”, depois você cria um artigo.

Escreva um parágrafo sobre quem é o primeiro Expert do Nicho e escreva 2 dicas dele, você pode dar uma olhada no Blog e pegar 2 dicas rápidas, se você consumiu o produto pode pegar do próprio produto ou até mesmo na página de vendas.

No próximo parágrafo faça uma chamada para ação informando que para conhecer mais deve clicar em determinado link que seria a chamada para ação direcionada para o seu link de afiliado.

Esta é uma maneira excelente de promover mais de um produto como afiliado.

Estratégia 4 – Post Review

Esta dica é bem simples, por exemplo, “Produto X, Tudo o Que Você Precisa Saber” ou “Produto Y, Realmente Funciona ?”.

No artigo você fala exatamente o que existe dentro do curso, o que tem de bom, quais os bônus oferecidos, explique tudo o que existe e faça um artigo voltado exclusivamente para aquele produto.

Caso o seu Blog esteja um tempo no mercado você tem uma audiência que te segue. Digamos que sejam 500 pessoas, se você colocar um Post Review vai mostrar para toda a sua audiência.

Funciona também porque quando o Blog é usado para criar listas de e-mail. Porque você terá as pessoas que já acessam o seu Blog com o conteúdo novo. E ainda pode enviar um e-mail para a lista indicando o seu post review.

O que você não pode fazer é toda a semana um tipo de produto diferente. Você deve fazer uns 8 artigos de conteúdo e uns 2 de review, assim você não fica chato… Querendo só vender

Use o que indicamos na técnica 1, conteúdo mais chamada para ação no final.

Estratégia 5 – Utilize Bônus

Bônus é uma das melhores maneiras para converter como afiliado. Usar a sua audiência utilizando bônus para aqueles que comprarem os produtos através do seu link de afiliado… Funciona muito bem.

Podem ser vídeo aulas, vídeo palestras, e-books, alguma coisa que complementa o produto, por exemplo, digamos que você vá promover o produto “Emagrecendo Agora”. Esse produto explica como emagrecer através de exercícios físicos.

Você pode criar um vídeo explicando como fazer 3 receitas de baixa caloria para o café da manhã… Isso não tem no “Emagrecendo Agora”, mas está bem relacionado ao produto.

Pode também fazer consultoria, muitos afiliados oferecem para quem comprar o produto através do link do Afiliado e você pode oferecer, por exemplo, uma consultoria de 1 hora sobre a aplicação do método.

Aprofundando

Outra técnica é utilizar bônus físicos, enviar algo para a casa da pessoa. Poucos afiliados fazem isso hoje, mas pode dar resultado.

Para você vender mais você poderia dar um bônus que saísse do seu bolso R$ 150,00 ou R$ 200,00, isso chama muito a atenção. E o bônus só deve ser entregue depois do tempo de garantia do reembolso.

Tem o exemplo da Luana Franco que divulga produtos do Nicho de Marketing Digital. Ela criou uma área de membros e está colocando vários treinamentos criados por ela. “Como usar o Facebook ADS”, “Identidade Visual” e outros.

Ela usa isso para vender como afiliada e digamos que ela esteja hoje oferecendo 2 treinamentos, Facebook ADS para afiliados e Identidade Visual.

São 2 bônus, mas o melhor é que a lista de bônus vai aumentando. E daqui a pouco as pessoas vão comprar os produtos que ela vende como afiliada pelos bônus. E não pelo produto, justamente porque eles vão aumentando e pela qualidade.

Você pode criar um banner informando sobre os bônus. E quando as pessoas clicarem são direcionadas para um artigo que fala sobre eles. Isso é bom, afinal os artigos vão ficando para trás conforme novos são criados.

Estratégia 6 – Banners

Você pode usar banners, mas eles não dão muito resultado, as pessoas costumam ignorá-los e colocá-los na side bar do Blog não tem muita efetividade.

As pessoas estão treinadas para não olhar para os Banners porque já sabem que é algo querendo ser vendido. Pense no último site que você acessou, provavelmente você não lembra do banner que tinha ali.

Outra coisa é que a barra lateral quase nem aparece quando o conteúdo é acessado pelo celular.

Uma forma de utilizar Banners para vender como afiliado é colocá-los em outros lugares como por exemplo, no início, meio e final do artigo. Estes são os 3 lugares principais e que apresentam mais resultados, porém não abuse.

O meio e o final dos artigos são os melhores lugares para os banners.

Estratégia 7 – Autoridade Mais E-mail Marketing

Esta estratégia é utilizar o que eu chamei de autoridade mais e-mail marketing.

Quando você tem um Blog e entrega conteúdo de valor para a sua audiência… Mesmo que você use a técnica de conteúdo e chamada para a ação no final entregando um conteúdo valioso, ao fazer isso você deve capturar e-mails dentro do seu Blog.

Essa é uma técnica que deve ser usada desde o primeiro dia. Você deve capturar o e-mail do seu visitante e quando você é uma autoridade e entrega conteúdo de valor e as pessoas deixam o e-mail é porque elas querem receber informação de você.

Utilizar o e-mail marketing para vender como afiliado é uma oportunidade que converte muito bem. As pessoas têm grande chance de comprar porque você recomendou, afinal elas seguem e confiam em você.

Você está sempre presente, entregando informações de qualidade e elas tendem a seguir as suas recomendações. Essa é uma maneira muito boa para converter em vendas como afiliado.

Resumo

Estratégia 1 – Conteúdo Mais Chamada para a Ação

Estratégia 2 – Sua História De Sucesso

Estratégia 3 – Histórias Dos Experts

Estratégia 4 – Post Review

Estratégia 5 – Utilize Bônus

Estratégia 6 – Banners

Estratégia 7 – Autoridade Mais E-mail Marketing

Gostou do artigo?

Aproveite para deixar os seus comentários! Participe !

Enem 2023: Dez dicas para redação nota 1.000

Enem 2023: Dez dicas para redação nota 1.000; pois dar atenção à redação é fundamental para o candidato garantir boa média no Exame Nacional do Ensino Médio; que acontecerá nos dias 5 e 12 de novembro.

O formato da prova é a dissertação-argumentativa; gênero que possibilita ao estudante construir uma tese inicial e defender diferentes pontos de vista ao longo do texto.

Enem 2023: Dez dicas para redação nota 1.000

1 – Treino. Quem quer tirar nota mil na redação do Enem precisa treinar muito. Escreva sobre qualquer assunto, pelo menos, uma página todos os dias. Acesse temas de outras redações e elabore diferentes textos.

2 – Organize o texto com coerência, que tenha começo, meio e fim. Para isso é preciso fazer um plano de redação; que será um guia que orientará a escrita dentro do tema proposto. As partes do texto precisam ter relação entre si.

3 – Se o candidato tem mais facilidade de começar a prova pela redação, faça isso. Mas, se preferir fazer o exame antes, não há problema. A ordem depende de cada estudante. Mas ler o tema da redação na hora que iniciar a prova é fundamental; pois os textos darão elementos e argumentos para a redação e isso poderá enriquecer sua dissertação.

4 – Resolva provas e simulados anteriores do Enem. Esse ponto está ligado ao treino; pois, quanto mais se pratica, mais rápido se escreve. Para ganhar tempo na hora de revisar a prova; escrever rápido será um diferencial.

5 – Use dados estatísticos e informações do texto de apoio para elaborar sua redação. Eles são fornecidos justamente para isso. O corretor quer saber se o candidato saberá aproveitar tudo o que lhe é oferecido.

6 – Atualize-se! Em geral, o tema da redação refere-se à atualidade. Estar em dia com a leitura é fundamental. É preciso ler jornais, sites e revistas, até para não ser surpreendido por um assunto do qual nunca ouviu falar.

7 – A alusão histórica e a citação de autores não são obrigatórias; mas poderão ser um diferencial para tornar o texto mais interessante e sedutor. Se for adequado ao que se está escrevendo; use esse recurso para atrair a atenção da banca examinadora do Exame.

8 – Esteja atento à linguagem. Tecnicamente, o Enem cobra dos estudantes a norma culta; a língua que respeita a gramática e o dicionário. Esqueça a língua usada no whatsapp e nas salas de bate-papo.

9 – A compreensão do tema será fundamental. Não fuja dele na hora de escrever; pois é isso que praticamente elimina o candidato. Isso dá à banca examinadora a impressão de que o texto foi decorado.

10 – Evite o gerúndio, pois ele atrapalha a escrita e a clareza das ideias. Ele é ambíguo, torna o texto impreciso, pobre e pune a simplicidade do texto.

Fonte www.mec.gov.br

Enem 2023: dicas de biologia

Quando se comparam as questões de biologia, observa-se que há uma considerável variação nos temas mais abordados.

As primeiras edições do Enem tinham um foco muito mais voltado para a Ecologia. Problemas ambientais, relações ecológicas, cadeias alimentares e ecologia de populações apareciam em grande quantidade.

Nas últimas edições, o número de questões de Ecologia reduziu consideravelmente quando comparado com edições mais antigas do exame. Contudo, ecologia continua sendo um tema que merece atenção especial. Vale a pena ler sobre poluição da água e destino do lixo.

A citologia – principalmente a parte de organelas citoplasmáticas – vem se firmando nas provas do Enem. Nas últimas 3 edições, sempre havia pelo menos uma questão do assunto.

Outra parte da biologia que vem aumentando a sua participação no Enem é a Fisiologia Humana. Na prova de 2015, foram 3 questões: uma sobre sistema respiratório, uma sobre excreção e outra sobre olho. É portanto, um assunto que merece atenção.

A biotecnologia / engenharia genética também vem aparecendo recorrentemente nas provas do Enem. Vale a pena estudar a estrutura do DNA e do RNA, a transcrição e a tradução (no processo de síntese proteica), além de um foco em transgênicos e melhoramento genético.

Na área da Evolução, o Enem esporadicamente aborda uma questão sobre Lamarquismo e sobre Darwinismo.

Já a Teoria Sintética da Evolução (fatores evolutivos) vem se tornando muito frequente em provas do Enem.

Um outro assunto sempre presente (1 questão praticamente todo ano) é sobre imunologia (soro e vacina). Saber as diferenças entre eles é fundamental.

Já a parte de Botânica e de Zoologia apresentam baixa incidência nas provas das edições anteriores.

É isso! Leia os enunciados com bastante atenção, e não distraia nas alternativas. Tenha cuidado e atenção. Boa prova!

Matemática no Enem: análise de gráficos é tema frequente

A prova de matemática do Enem tem apresentado uma pontuação muito alta, chegando a ultrapassar 1000 pontos, como ocorreu na edição de 2015. Por este motivo, muitos estudantes têm dedicado mais intensamente ao estudo da matemática numa expectativa de conseguir aumentar a nota final do Enem.

Um dos alunos mais recorrentes na prova de matemática é a interpretação de gráficos.

É importante fazer uma leitura atenta do gráfico; o que é colocado no eixo das abscissas e o que é colocado no eixo das ordenadas e, tomar o cuidado, para não marcar alternativa que dê informações não contidas nesses eixos.

Abaixo, três questões sobre análise de gráficos de edições anteriores do Enem:

Utilize o gráfico abaixo para responder as questões de número 1 e 2.

(Enem/2008) No gráfico a seguir, estão especificados a produção brasileira de café, em toneladas; a área plantada, em hectares (ha); e o rendimento médio do plantio, em kg/ha, no período de 2001 a 2008.

A análise dos dados mostrados no gráfico revela que
A) a produção em 2003 foi superior a 2.100.000 toneladas de grãos.
B) a produção brasileira foi crescente ao longo de todo o período observado.
C) a área plantada decresceu a cada ano no período de 2001 a 2008.
D) os aumentos na produção correspondem a aumentos no rendimento médio do plantio.
E) a área plantada em 2007 foi maior que a de 2001.

02) Se a tendência de rendimento observada no gráfico, no período de 2001 a 2008, for mantida nos próximos anos, então o rendimento médio do plantio do café, em 2012, será aproximadamente de
A) 500 kg/ha.
B) 750 kg/ha.
C) 850 kg/ha.
D) 950 kg/ha.
E) 1.250 kg/ha.

03) (Enem/2011) O termo agronegócio não se refere apenas à agricultura e à pecuária, pois as atividades ligadas a essa produção incluem fornecedores de equipamentos, serviços para a zona rural, industrialização e comercialização dos produtos.
O gráfico seguinte mostra a participação percentual do agronegócio no PIB brasileiro.

Esse gráfico foi usado em uma palestra na qual o orador ressaltou uma queda da participação do agronegócio no PIB brasileiro e a posterior recuperação dessa participação, em termos percentuais.
Segundo o gráfico, o período de queda ocorreu entre os anos de
A) 1998 e 2001
B) 2001 e 2003
C) 2003 e 2006
D) 2003 e 2007
E) 2003 e 2008

Resolução:
01) Analisando cada alternativa:
A) Em 2003 a produção ficou em 2.000.000 toneladas (abaixo do valor fornecido na alternativa)
B) Observa-se que a produção não foi crescente ao longo de todo período (por exemplo, decresceu de 2003 para 2004)
C) Não se pode afirmar. Entre 2002 e 2003 houve um discreto aumento da área plantada.
D) Coerente. Nos anos em que houve aumento na produção, ocorreu aumento médio do plantio.
E) Falsa; em 2007 a área plantada foi menor que em 2001.
Resp.: D

02) Analisando o gráfico, o rendimento deverá cair em 2009, voltar a subir em 2010, cair novamente em 2011 e voltar a subir em 2012 alcançando um valor próximo de 1.250 toneladas/ha.
Resp.: E

03) Questão extremamente simples, envolvendo análise direta do gráfico. Entre 2003 e 2006 houve queda da participação do agronegócio no PIB.
Resp.: C

Redação Enem: Frases contra direitos humanos que zeraram a prova

Redação Enem: Frases contra direitos humanos que zeraram a prova, que envolve milhares de candidatos das diversas regiões brasileiras.

Redação Enem: Frases contra direitos humanos que zeraram a prova

Abaixo frases retiradas da Cartilha da Redação do MEC, que fizeram o candidato zerar a redação do Enem, Exame Nacional do Ensino Médio:

Intolerância religiosa – Tema Enem 2016

O Tema da redação era “Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil”:

-“para combater a intolerância religiosa, deveria acabar com a liberdade de expressão”;

-“podemos combater a intolerância religiosa acabando com as religiões e implantando uma doutrina única”;

-“o Estado deve paralisar as superexposições de crenças e proibir as manifestações religiosas ao público”;

-“a pessoa que não respeita a devoção do próximo não deveria ter direito social, como o voto”;

-“a única maneira de punir o intolerante é o obrigando a frequentar a igreja daquele que foi ofendido, para que aprenda a respeitar a crença do outro”;

-“que o indivíduo que não respeitar a lei seja punido com a perda do direito de participação de sua religião, que ele seja retirado da sua religião como punição”;

-“por haver tanta discriminação, o caminho certo que se tem a tomar é acabar com todas as religiões”;

-“que a cada agressão cometida o agressor recebesse na mesma proporção, tanto agressão física como mental”;

-“o governo deveria punir e banir essas outras “crenças”, que não sejam referentes a Bíblia”.

O tema da redação era “A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira”:

-“(deve) ser massacrado na cadeia”;

-“deve sofrer os mesmos danos causados à vítima, não em todas as situações, mas em algumas ou até mesmo a pena de morte”;

-“fazer sofrer da mesma forma a pessoa que comete esse crime”;

-“deveria ser feita a mesma coisa com esses marginais”;

-“as mulheres fazerem justiça com as próprias mãos”;

-“merecem apodrecer na cadeia”;

-“muitos dizem […] devem ser castrados, seria uma boa ideia”.

Publicidade infantil  – Tema Enem 2014

O tema foi “Publicidade infantil em questão no Brasil”, o Inep diz que feriram os direitos humanos as propostas que apresentaram:

-“intenção de tolher a liberdade de expressão da mídia”;

-“proposições como as de tortura e execução sumária para quem abusa de crianças”;

-“sugestões de “acabar com esses bandidos”, “matar todos esses pais idiotas” e similares”.

Biologia no Enem: Organelas celulares

Um dos tópicos da biologia que tem aparecido com mais frequência no Enem é Citoplasma, mais especificamente, organelas citoplasmáticas. Nas últimas quatro edições, sempre apareceu pelo menos uma questão do assunto.

O carro chefe das organelas é a mitocôndria. Questões envolvendo a parte energética e também a parte de identificação de pessoas por meio do DNA mitocondrial já apareceram em várias edições.

Em 2016, foi anunciado o primeiro bebê no mundo com DNA 3 pessoas. O fato ocorreu no México.
Um casal desejava ter um filho, mas a mulher era portadora de genes para a Síndrome de Leigh, que afeta o sistema nervoso. O detalhe é que esses genes são mitocondriais.

Técnica para formação de bebê com 3 DNA’s Imagem: Divulgação (BBC Mundo)

Então, para que o descendente não fosse portador do gene, foi usado óvulo de uma outra mulher (doadora), cujo núcleo fora retirado. A este óvulo foi inserido o núcleo da mãe biológica. O óvulo (já com DNA mitocondrial de uma pessoa e DNA nuclear de outra) foi, então, fecundado “in vitro” e originou um bebê com DNA de 3 pessoas.
Veja a imagem abaixo:

Vale a pena relembrar também a relação entre retículo endoplasmático granular (rugoso) e complexo golgiense, organelas abundantes em células secretoras.

Também não se pode esquecer da Teoria Endossimbiôntica, que propõe uma origem diferente das demais organelas para mitocôndria e cloroplastos. Pela teoria endossimbiôntica essas duas organelas eram, no passado, organismos procariotos que foram fagocitados por uma célula eucariota primitiva e estabeleceram uma relação de benefício mútuo.

A ocorrência de dupla membrana, de capacidade de autoduplicação e a presença de um DNA própria são evidências que corroboram a teoria endossimbiôntica.

Enem 2023: Assuntos mais cobrados em Ciências da Natureza

Enem 2023: Assuntos mais cobrados em Ciências da Natureza, cujas provas serão realizadas no domingo, dia 12 de novembro, por milhares de candidatos ao Exame Nacional, que buscam uma vaga nas universidades públicas pelo Sisu.

Enem 2023: Assuntos mais cobrados em Ciências da Natureza

De acordo com as provas antigas do Enem, veja abaixo a lista com os principais assuntos cobrados em ciências da natureza:

-Ecologia e ciências ambientais (13,99% )
-Identidade dos seres vivos (10,43%)
-Moléculas, células e tecidos (7,89%)
-Oscilações, ondas, óptica e radiação (7,63%)
-Compostos de carbono (6,87%)
-O movimento, o equilíbrio e a descoberta de leis física (6,87%)

Veja quais conhecimentos específicos foram mais exigidos dos estudantes dentro destes tópicos:

1º lugar: Ecologia e ciências ambientais

Dentro desse assunto, três tópicos são mais frequentes no Enem:

-Problemas ambientais: mudanças climáticas, efeito estufa; desmatamento; erosão; poluição da água, do solo e do ar (6,36% das questões )
-Interações entre os seres vivos (1,78%)
-Ciclos biogeoquímicos (1,02%)

2º lugar: Identidade dos seres vivos

No tópico referente à identidade dos seres vivos, os três assuntos que mais caíram entre 2009 e 2016 foram:

-Embriologia, anatomia e fisiologia humana(5,09%)
-Vírus, procariontes e eucariontes(1,78%)
-Funções vitais dos seres vivos e sua relação com a adaptação desses organismos a diferentes ambientes (1,02%)

3º lugar: Moléculas, células e tecidos

No tópico de moléculas, células e tecidos, que envolve quase 8% de todas as questões de ciências da natureza do Enem, os dois assuntos principais são:

-Metabolismo energético: fotossíntese e respiração (2,04%)
-Estrutura e fisiologia celular: membrana, citoplasma e núcleo (2,04%)

4º Oscilações, ondas, óptica e radiação

Entre os temas mais frequentes estão os conhecimentos relacionados às oscilações, ondas, óptica e radiação. Mais especificamente, os assuntos que mais são cobrados em questões como essa são:

-Fenômenos ondulatórios (4,07%)
-Reflexão e refração (1,78%)

5º lugar: Compostos de carbono

Na área de química, o tema “Compostos de carbono” representa quase 7% do total de questões do Enem, e os dois assuntos sobre ele que mais apareceram nos últimos oito anos foram os seguintes:

-Características gerais dos compostos orgânicos(2,54%)
-Principais funções orgânicas(2,04%)

6º lugar: O movimento, o equilíbrio e a descoberta de leis física

Nele, dois assuntos apareceram mais do que os demais conhecimentos dessa área nas provas de ciências da natureza do Enem de outras edições que são:

-Descrições do movimento e sua interpretação: quantificação do movimento e sua descrição matemática e gráfica (1,27%);
-Princípios de Pascal, Arquimedes e Stevin: condições de flutuação, relação entre diferença de nível e pressão hidrostática (1,02%).