Enem 2017

Enem 2017: Contará com recurso de Vídeo-Libras

3 de novembro de 2017
Enem 2017: Contará com recurso de Vídeo-Libras
5 (100%) 1 vote

Enem 2017: Contará com recurso de Vídeo-Libras para ajudar candidatos com surdez ou alguma deficiência auditiva; pela primeira vez na Prova Nacional.

Oferecida pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep); a ferramenta, ainda experimental; dará aos alunos o apoio de um vídeo que apresenta as questões traduzidas para a língua brasileira de sinais (libras). O recurso será aplicado para até 20 pessoas por sala.

Além da prova em vídeo, os estudantes com surdez ou deficiência auditiva terão outros dois recursos já tradicionalmente oferecidos: o tradutor-intérprete de libras e a leitura labial.

O candidato que optou pelo tradutor-intérprete terá orientação de profissional capacitado para dúvidas específicas de compreensão da língua portuguesa escrita; sem fazer a tradução integral da prova. O participante fará a prova em salas com até seis pessoas e com dois tradutores.

No recurso de leitura labial, o participante terá o auxílio de profissional capacitado em comunicação oral de pessoas com deficiência auditiva ou surdez e preparado para usar técnicas de interpretação e leitura dos movimentos labiais. Esses profissionais também atuarãoem dupla em salas para até seis participantes.

Atendimento especializado

Os participantes com deficiência auditiva e surdez fazem parte do grupo ao qual também é oferecido o atendimento especializado; que contempla ainda candidatos com autismo, baixa visão, cegueira, deficiência física, deficiência intelectual, déficit de atenção, discalculia, dislexia, surdocegueira e visão monocular.

Dentro de uma política de inclusão, o Inep também oferece atendimento específico para gestantes, lactantes, idosos e estudantes em classe hospitalar. O Enem 2017 tem 41.284 inscritos nessa condição.

Além dos recursos de guia-intérprete, tradutor-intérprete de libras, prova ampliada, prova em braile, prova super ampliada, auxílio para leitura e auxílio para transcrição; há ainda a opção de tratamento pelo nome social para transexuais e travestis.

São medidas que fazem parte dos mecanismos desenvolvidos pelo Inep para promover a acessibilidade dos candidatos ao Enem.

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply