Browsing Tag

Prova

Enem 2017

Enem: Dicas para as provas

23 de outubro de 2017

Enem: Dicas para as provas, pois para muitos candidatos ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem); mais complicado do que assimilar o conteúdo ao longo dos estudos é controlar a ansiedade durante a resolução da  prova.

Enem: Dicas para as provas

Abaixo dicas para controle da ansiedade na hora de prestar o exame:

1 – Respiração. A forma correta de respirar é soltar o ar, esvaziar o pulmão e ir puxando; novamente de forma lenta. Faça cinco respirações dessas antes da prova.
2 – Controle do pensamento. Não se trata de pensar positivo, mas de ser realista; pois o candidato preparado terá chance de resolver bem as questões.
3 – Esqueça o “dar branco”. Se o candidato estudou, nada vai apagar isso da sua mente. O que acontece às vezes é que o medo é tão grande que leva o cérebro à luta ou à fuga, deixando o pensamento racional para segundo plano. Se der o branco respire, vá ao banheiro e tome água.
4 – Gerencie o tempo. Monitore o relógio a cada meia hora, mas não pensando nisso durante todo o tempo. A rapidez para responder questões vem de uma leitura mais concentrada. É importante, também, treinar antes da prova.
5 – Não tente praticar adivinhação. Muitos perdem a noite de sono porque querem saber exatamente o que cairá na prova, qual será o tema da redação etc.
6 – Cuide da alimentação, que deve ser balanceada no dia anterior à prova. Leve lanche e água.
7 – Saia de casa cedo, pois chegar ao local da prova com tempo será fundamental para acalmar a mente; o que é muito importante.
8 – Preste atenção ao seu perfil e escolha a melhor de forma de se distrair às véspera dos dias das provas.
9 – Esqueça a tal revisão nos minutos anteriores ao teste. Quando entrar na sala de aula, nada de ler anotações. Isso joga para o cérebro a informação de que há uma ameaça, fazendo surgir o medo. Da mesma forma, se for conversar com alguém na sala, evite falar sobre a prova, para não despertar o medo ou qualquer sensação de insegurança.
10 – Seja confiante! Acredite em você e saiba que, se não for possível dessa vez, outras provas virão. Há alunos que vão para a prova como se fosse a última oportunidade da vida.

O Enem é uma grande oportunidade, mas a prova não pode ser vista como uma ameaça; mas como forma de ter maiores chances para o ingresso no ensino superior.

Enem 2017

Enem 2017: Provas, gabarito e resultado

18 de outubro de 2017

Enem 2017: Provas, gabarito e resultado, cujas informações serão muito importantes para os mais de 6 milhões de candidatos que farão a prova.

Enem 2017: Provas, gabarito e resultado

Provas

Elas Serão realizadas nos dia 5 e 12 de novembro de 2017, em diversas cidades brasileiras.

Locais de Provas

Os Locais de prova serão divulgados na sexta-feira, 20 de outubro de 2017.

Os candidatos poderão acessar a Página do Participante e conhecer o local onde realizarão as provas. Para visualizar o Cartão será necessário fornecer o número de CPF e a senha cadastrada na inscrição. Veja como recuperar sua senha.

Provas Objetivas, sendo 45 questões cada

Ciências Humanas e suas Tecnologias

Ciências da Natureza e suas Tecnologias

Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

Matemática e suas Tecnologias

Redação

Texto dissertativo-argumentativo a partir de uma situação-problema (política, social ou cultural)

30 linhas no máximo

Gabarito Enem 2017

De acordo com o edital,  os gabaritos das provas objetivas serão divulgados na Página do Inep, até o terceiro dia útil seguinte ao de realização das últimas provas. A data provável para divulgação será 16 de novembro de 2017.

Resultado Enem 2017

De acordo com o edital, o resultado será divulgado no dia 19 de janeiro de 2018. O Inep costuma antecipar a divulgação do resultado. No mês de março serão divulgados o resultado para os candidatos treineiros e o espelho das redações.

Por que fazer o Enem?

O Exame Nacional do Ensino Médio, considerado o maior vestibular do País, possibilita várias oportunidades para os estudantes tais como:

Acesso à Educação Superior

– Inscrições Sisu, estarão disponíveis após a divulgação do Resultado do Enem;

-Inscrições para o Prouni;

– Vagas Pronatec;

-Ingresso nas Instituições Portuguesas.

Financiamento Estudantil

Acesso ao Fies.

Enem 2016

Prova Enem 2016 – Segunda Aplicação

3 de dezembro de 2016

A segunda edição de 2016 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começa neste sábado (3). No total, 277.622 candidatos poderão fazer as provas, que acontecem nos mesmos moldes da edição de novembro: neste sábado, o Enem aplica as provas de ciências humanas e ciências da natureza. No domingo (4), acontecem as provas de linguagens, matemática e redação.

Os horários também são os mesmos: os portões serão abertos ao meio-dia e fechados às 13h (horário oficial de Brasília). Nesta edição, a prova será aplicada em 418 locais de 165 municípios de 23 estados. Os municípios com o maior número de candidatos são Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Feira de Santana (BA), Niterói (RJ), Recife, Rio de Janeiro, São José dos Pinhais (PR), Serra (ES) e Uberlândia (MG). O Enem adiado só não será realizado em quatro estados: Acre, Amazonas, Amapá e Roraima.

Cartão de confirmação do Enem 2016

Até as 10h43 desta sexta-feira, faltando pouco mais de 24 horas para o início do exame, um terço dos estudantes ainda não tinham acessado seu local de provas no sistema. Segundo o Inep, dos 277.622 candidatos, 184.590 já sabiam seu endereço de provas até esse horário. Os candidatos poderão checar os cartões de confirmação de inscrição com os novos endereços no site do Enem (//enem.inep.gov.br/) ou no aplicativo do exame criado pelo governo.

Prova do Enem 2016 - Segunda Aplicação

Prova do Enem 2016 – Segunda Aplicação

Horários das provas do Enem 2016

Os portões do Enem serão fechados neste sábado às 13h de Brasília. A prova terá início às 13h30 e terá quatro horas e meia de duração. Os candidatos poderão sair a partir das 15h30. Para levar o caderno de provas, é preciso esperar para deixar o local de provas na última meia hora.

Para fazer o Enem, o candidato deve levar um documento de identidade original e com foto (veja abaixo a lista de documentos permitidos). Além disso, a prova só poderá ser feita com caneta esferográfica de tubo transparente e tinta de cor preta.

Documentos de identidade

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) afirma no edital que nem todos os documentos de identidade serão aceitos no Enem. Eles precisam ter foto de identificação e ser expedidos por autoridades específicas. Veja abaixo a lista de documentos que os candidatos poderão usar nos dias de provas:

– Cédulas de identidade (RG) expedidas pelas Secretarias de Segurança Pública, pelas Forças Armadas, pela Polícia Militar, pela Polícia Federal;
– Identidade expedida pelo Ministério da Justiça para estrangeiros, inclusive aqueles reconhecidos como refugiados, em consonância com a Lei nº 9.474, de 22 de julho de 1997;
– Identificação fornecida por ordens ou conselhos de classes que por lei tenham validade como documento de identidade;
– Carteira de Trabalho e Previdência Social, emitida após 27 de janeiro de 1997;
– Certificado de Dispensa de Incorporação;
– Certificado de Reservista;
– Passaporte;
– Carteira Nacional de Habilitação com fotografia, na forma da Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997;
– Identidade funcional em consonância com o Decreto nº 5.703, de 15 de fevereiro de 2006

Documentos não permitidos: protocolos, Certidão de Nascimento, Certidão de Casamento, Título Eleitoral, Carteira Nacional de Habilitação em modelo anterior à Lei nº 9.503/97, Carteira de Estudante, Registro Administrativo de Nascimento Indígena (Rani), crachás e identidade funcional de natureza privada, nem documentos ilegíveis, não identificáveis e/ou danificados, ou ainda, cópias de documentos válidos, mesmo que autenticadas

Exceções: De acordo com o edital do Inep, é possível que um candidato faça o Enem sem apresentar um documento de identidade válido, mas só em casos “extravio, perda, furto ou roubo” do documento. Porém, para conseguir essa permissão é preciso apresentar, no local de provas, um boletim de ocorrência feito com menos de 90 dias de antecedência do exame. Além disso, o candidato precisará passar por um processo especial de identificação, com o fornecimento de outros dados pessoais, e assinar um formulário específico.