Enem 2017

Enem 2017: Reembolso da taxa de inscrição para quem selecionou opção errada

18 de dezembro de 2017
Enem 2017: Reembolso da taxa de inscrição para quem selecionou opção errada
5 (100%) 1 vote

Enem 2017: Reembolso da taxa de inscrição para quem selecionou opção errada referente a isenção do Enem 2017; pois os candidatos poderão pedir reembolso da referida taxa.

Os candidatos que tiveram negada a isenção de taxa e que precisaram pagar o valor de R$ 82 poderão entrar com recurso administrativo e solicitar o reembolso do dinheiro. O prazo para o pedido começa nesta segunda-feira, 18 de dezembro e será encerrado no dia 22 de dezembro.

Como fazer a solicitação?

Os participantes que se enquadram nessa situação deverão mandar um e-mail para o endereço  [email protected] com nome completo; número de CPF e a indicação da opção em que realmente se enquadram.

Será obrigatório anexar documentos que comprovem o direito à isenção, como previsto no edital do Enem 2017; assim como o comprovante de pagamento da GRU do Enem 2017. As opções que precisam ser sinalizadas no e-mail são:

Opção 1: Candidatos cujas famílias têm renda per capita de até um salário-mínimo e meio, que cursaram o ensino médio completo em escola pública ou como bolsistas integrais em colégio privado.

Documentos necessários:

Declaração do Imposto de Renda do exercício de 2017 ou Declaração fornecida pelo empregador (para comprovar a renda); histórico escolar do ensino médio com assinatura e carimbo da escola (para comprovar que estudou em escola pública) OU declaração da escola que comprove a condição de bolsista integral de todo o ensino médio.

Opção 2: Pessoas inscritas no CadÚnico, beneficiadas por programas sociais como o Bolsa Família, em famílias com renda per capita de até 1,5 salário mínimo ou com renda familiar mensal de até 3 salários-mínimos.

Documentos necessários:

cópia do cartão com o Número de Identificação Social (NIS) válido, no qual o participante esteja inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) OU documento com o Número de Identificação Social (NIS) válido; documento completo com nome e CPF da mãe do participante.
É preciso anexar os documentos que comprovam o direito à isenção, além do comprovante de pagamento da taxa.

Fonte Inep

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply